10 de Outubro

HABITAR AS MARGENS NA LUSOTOPIA I: situação, adaptação e prioridades em tempo de Covid

Evento ao vivo



10h Brasília | 12h Cabo Verde | 13h Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe |14h Angola | 15h Moçambique


Descrição

Este evento faz parte de um ciclo de três conversas com lideranças comunitárias das margens urbanas de Angola, Brasil, Moçambique e Portugal. É organizado no quadro do Projeto África Habitat: da sustentabilidade do habitat à qualidade do habitar nas margens urbanas de Luanda e Maputo (coordenado pela FAUL e financiado pela FCT e AKDN) e do pós-doutorado Territórios periféricos da Lusotopia de Débora Cavalcanti (NEST-UFAL). A conversa ocorrerá em torno de um diagnóstico do cotidiano nas margens urbanas, passados sete meses da OMS ter decretado situação de pandemia, sabendo que, em cada um dos cantos da lusotopia, a pandemia tem seu ritmo próprio. Serão debatidas, portanto, as diferentes situações, as adaptações realizadas e os problemas prioritários a serem resolvidos em cada localidade.

Moderação

Débora Cavalcanti
NEST/UFAL – Brasil
Professora da FAU/UFAL e atualmente em estágio pós doutoral no GESTUAL da FAUL.

Painelistas

Eliane Silva
MTST/AL – Brasil
Agricultora e coordenadora do MTST em Alagoas, Brasil.

Carlota Zefanias
Secretária do Bairro do Aeroporto B – Moçambique
Secretaria do Bairro do Aeroporto B em Maputo.

Ricardina Cuthbert
Presidente da Associação Torre Amiga – Portugal
Presidente da Associação Torre Amiga em Lourres, Portugal.

Mateus Nicolau
Morador do Zango – Angola
Natural de Malanje, residente no Zango em Viana, Professor, exercendo a função de Diretor da Escola 3036 do município do Cazenga, distrito do Kalawenda.

Brasil, Angola, Moçambique

Organização

Núcleo de Estudos do Estatuto da Cidade (NEST) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Parceiros

Grupo de Estudos Socio-Territoriais, Urbanos e de Ação Local (GESTUAL) da Faculdade de Arquitetura de Lisboa